29 novembro 2012

Queda do Desmatamento

 
O governo federal anunciou, na última terça-feira (27/11), a menor taxa de desmatamento já registrada na Amazônia: 4,6 mil quilômetros quadrados. Com ele, este é o quarto ano consecutivo de redução de uma taxa que há alguns anos já bateu os 27 mil quilômetros quadrados.
 
Essa queda deixa claras duas coisas: o fim do desmatamento não só é necessário como perfeitamente possível. E só chegamos a ele por conta da pressão que uma boa parte da sociedade faz sobre governos e empresas.

Bom exemplo disso é o projeto de lei de iniciativa popular do desmatamento zero, que em poucos meses, mais de 640 mil pessoas já assinaram embaixo da proposta que quer zerar a destruição nas nossas florestas. Aproveite para divulgar a campanha. É uma lei feita pelo povo e para o povo brasileiro. Precisamos do maior número possível de assinaturas para levar o projeto ao Congresso.
 
Apesar da redução do desmatamento, ainda temos 4,6 mil quilômetros quadrados de destruição pela frente. Isso equivale a quase dois mil campos de futebol desmatados a cada dia. Juntos, podemos dar um fim nisso. Junte-se a nós.
 
 
 
Imagem: google
Fonte: Greenpeace
Marcio Astrini/Coordenador da Campanha da Amazônia 


1 comentários:

SURPRESAS DA VIDA disse...

Gostei da matéria, devemos preservar a Amazônia,porque ela é o pulmão do Brasil.
Josy continuo votando nas suas notícias. Quando puder, dê uma conferida nas novidades e se gostar, deixe seu voto lá no Dihitt.

Postar um comentário