20 maio 2010

A cor dos alimentos

A Cor dos alimentos: como cada um deles influencia a sua saúde.
 
Descubra o benefício que cada cor pode trazer ao seu organismo!

Por que será que alguns alimentos são vermelhos, outros verdes e outros das mais variadas cores? Você já parou para pensar nisso? Na verdade, o pigmento de cada alimento, além de colori-los, exerce importante função na prevenção e na proteção do organismo contra as doenças infecciosas.

Confira os benefícios de alguns pigmentos:

Alimentos vermelhos:

Alimentos com esta coloração são ricos em lipoceno, uma substância que age como antioxidante no nosso organismo, evitando doenças como o câncer e estimulando a circulação sanguínea.
Exemplos: morango, tomate, melancia, caqui, goiaba vermelha, framboesa, cereja.

Alimentos brancos:

Muito ricos em cálcio e potássio, eles contribuem na formação e manutenção dos ossos, na regulação dos batimentos cardíacos e no funcionamento do sistema nervoso.
Exemplos: leite, queijo, couve-flor, batata, arroz, cogumelo e banana.

Alimentos verdes:

Estes alimentos possuem grande quantidade de clorofila e Vitamina A, atuando na desintoxicação das células, inibindo a ação dos radicais livres (substâncias que danificam as células e causam doenças com o passar do tempo) e protegem o cabelo da ação do tempo e da poluição.
Exemplos: vegetais folhosos, pimentão, salsão, couve e ervas.

Alimentos amarelos:

Por conterem grande quantidade de Vitamina B-3 e ácido clorogênico , eles ajudam na manutenção do sistema nervoso e previnem algumas doenças no coração.
Exemplos: mamão, cenoura, manga, laranja, abóbora, pêssego e damasco.

Alimentos marrons:

Eles melhoram o funcionamento do intestino, combatem a ansiedade e previnem doenças cardiovasculares, tudo porque são ricos em fibras e Vitaminas do complexo B e E.
Exemplos: nozes, aveia, castanhas e cereais integrais.

Alimentos arroxeados:

São aqueles que possuem uma pigmentação azulada e/ou arroxeada. Possuem grande quantidade de ácido elágico e são ótimos aliados no combate ao envelhecimento.
Exemplos: uva, ameixa, figo, beterraba e repolho-roxo

As imagens, textos e poemas deste post., estão hospedados na própria Internet. Caso alguém sinta- se lesado pela não citação da autoria, basta fazer contato que daremos os créditos ou tiramos a postagem do ar. Desde já, agradecemos à compreensão e colaboração de todos. Obrigada.

8 comentários:

Dinisil disse...

Muito bom. O prato tem que ser sempre colorido.

Rosana Ibanez disse...

Muito bom esse post, pois com certeza sabemos o tipo de vitamina que esses alimentos possuem e na falta desse vitamina no nosso organismo já sabemos o que comer não é mesmo? As vezes acho que preciso de potássio, pois tenho muitas cãimbras e o médico já me falou p/comer bananas e tomar muito leite. Interessante né??
Adorei e aprendi muito.
Bjs

Beth Muniz disse...

Muito bem Doutora em Nutrição.Rsrsrsrsrsrs
Gostei. Como de tudo um pouco, para balancear.
Beijo.

Cecília Avenca disse...

Muito legal a matéria,pois podemos comer conforme a nossa deficiencia organica,de acordo com o nutriente que cada cor oferece.
Bjos

Mr.Jones disse...

aqui em casa temos apetite pelo arco-íris. ahahahah
entendeu, nao é?
bjs

Principe Encantado disse...

Estou precisando colorir mais meu prato.
Abraços forte

Valéria Braz disse...

Eu adoro estas saber estas coisas sobre os alimentos, é incrível como a natureza é capaz de pensar nos mínimos detalhes.... só é pena que nós seres racioais ainda não saibamos ler nas entrelinhas dela!
Beijo no coração

Joyce Camargo disse...

Quanto mais colorido, melhor! Não é tão complicado comer bem, né? =) abraço!

Postar um comentário