22 março 2010

A rosa e o couve flor

Um dia, a rosa encontrou uma couve-flor e disse:

Que petulância te chamarem de flor!

Veja sua pele áspera e a minha é lisa e sedosa ... Seu cheiro é desagradável e o meu perfume é sensual e envolvente.

Veja seu corpo é grosseiro e o meu é delicado e elegante ...

Eu, sim, sou uma Flor!

E a couve-flor tranquilamente respondeu:

Helloooo! Queridaaaaaa, de que adianta ser tão linda, formosa e cheirosa se ninguém te come?

"Não é preciso que ninguém te diga quem ou o que você é, o importante é você confiar e acreditar no seu potencial".

Boa semana.
Fonte: Texto recebido via e-mail / Autor Desconhecido
As imagens, textos e poemas deste post., Estão hospedados na própria Internet. Caso alguém sinta-se lesado pela não citação da autoria, basta fazer contato que daremos os créditos ou tiramos uma postagem do ar. Desde já, Agradecemos a compreensão e colaboração de todos. Obrigada.

9 comentários:

Carolbio disse...

kkk..mto boa essa...
mas uma boa lição ra gte que se acha..bjo

Alexandre Lima disse...

Pois é josy adorei essa comparação.

arte-e-manhas-arte disse...

ahahahah
Josy, essa é uma grande verdade!

Beijocas
Luísa

Fernandez disse...

Olá Jo querida!
Muito boa.. :-) rsrsrsrs
Falou o que queria e ouviu o que não queria... :-) rsrsrs
Beijo no coração,
Fernandez.

Chrys Farias disse...

Muito boa para iludidas(os) que acham que aparência é tudo!

Boa semana Josy
bjss =**

Valéria Braz disse...

KKKKKKKKK, pois é quem fala o que quer, ouve o que não quer!
Beijo no coração

disse...

RSRSRRS...AI JOSY...MUITO BOA ESTA...RSRRSRS

Katy disse...

Kkk! muito bom, realmente!

Ótima semana!
Beijos.

João Alberto disse...

É isso aí! rsrsrs. Cada uma tem a sua utilidade.

Postar um comentário