06 janeiro 2011

Procurando pedaços?!

Hoje, um texto super interessante de Shel Silverstein  poeta, músico e escritor norte-americano, seu livro mais conhecido é talvez The Giving Tree traduzido para o português como A árvore generosapor Fernando Sabino.

"Era uma vez um círculo no qual faltava um pedaço. Grande triângulo fora arrancado. O círculo queria ser inteiro, sem nada faltando, então foi procurar o pedaço perdido. Como estava incompleto e só podia rolar lentamente, admirou as flores ao longo do caminho. Conversou com os insetos, observou o Sol. Encontrou vários pedaços diferentes, porém, nenhum deles servia. Então deixou-os todos na estrada e continuou sua busca. Certo dia, o círculo encontrou um pedaço que se encaixava nele perfeitamente. Ficou tão feliz! Seria inteiro. Incorporou o pedaço que lhe faltava e começou a rodar. Agora que era um círculo perfeito, podia rodar muito rápido, rápido demais para notar as flores e conversar com os insetos.Quando percebeu como o mundo parecia diferente ao rodar tão depressa, parou, deixou o pedaço na estrada e foi embora rodando lentamente."

Moral da história: "somos mais inteiros quando sentimos falta de algo. O ser humano que tem tudo é, em certos aspectos, um ser humano pobre. Nunca saberá o que é ansiar, esperar, nutrir a lama com o sonho de algo melhor, nunca saberão que é receber de quem ama algo que sempre quis e nunca teve. Quando aceitarmos que a imperfeição é parte de nós, e pudermos, a exemplo do círculo, continuar a rodar pela vida e a apreciá-la, teremos adquiridos a integridade tão desejada."

"E finalmente, se formos corajosos o bastante para amar, fortes o bastante para perdoar, generoso para exultar com a felicidade alheia e sábios para perceber que há Amor suficiente para todos, então podemos atingir a plenitude que nenhuma outra criatura viva jamais atingiu. Podemos regressar ao Paraíso."

6 comentários:

Sônia Silvino disse...

Jooooosy!
Olá!
Boa noite pra você!!!
"Todos os dias devíamos ouvir um pouco de música, ler uma boa poesia, ver um quadro bonito e, se possível, dizer algumas palavras sensatas."
(Goethe)
Eu acrescento: todos os dias deveríamos visitar um blog de qualidade como esse!
Beijocas, muitas!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!
*Blogueira entrevistada no blog Patchwork nesta semana: Maysha!
Confira!

Guria Faceira disse...

ola doce bananinha
é acho q so nos tornamos inteiros
quando percebemos o q relamente nos faz falta
amar parece facil
diante da dificuldade de perdoar

bjo grande doce bananinha

Sissym disse...

Interessante este pedaço de seu comentario: "somos mais inteiros quando sentimos falta de algo". Eu creio que muitas pessoas "correm atrás" quando se veem no limite do viável.

CLAUDIA disse...

Amiga querida Josy.
Que postagem maravilhosa amiga,me tocou profundamente querida.
Coragem amiga para perceber essa vida que há em nós e em nossos semelhantes,perdoar sempre amiga.
O Amor ele se divide igualmente a todos,nos faz plenos e certos que tudo na vida é temporário e que devemos aprender a viver.
Parabéns amei sua postagem amiga.
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin.

Arte e Café disse...

Olá amiga Josy querida.
Maravilhoso este texto, muito reflexivo e inteligente.
Querida passei para prestigiar o post e desejar um maravilhoso 2011 pra ti.
Beijos

Principe Encantado disse...

"para exultar com a felicidade alheia" Grande sabedoria e poucos tem essa capacidade.
Abraços forte

Postar um comentário