18 junho 2010

Lição do Fogo!

Um membro, que regularmente freqüentava um determinado grupo de estudos, sem nenhum aviso deixou de participar de suas atividades. Após algumas semanas, o Mestre daquele grupo decidiu visitá-lo.

Era uma noite muito fria.

O Mestre encontrou o homem em casa, sozinho, sentado diante da lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.
Adivinhando a razão da visita, o homem deu as boas-vindas ao Mestre, conduziu-o a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto, esperando.

No silêncio sério que se formara, apenas contemplavam a dança das chamas em torno das rachas de lenha, que ardiam.

Ao cabo de alguns minutos, o Mestre examinou as brasas que se formaram e cuidadosamente selecionou uma delas, a mais incandescente de todas, empurrando-a para o lado. Voltou então a sentar-se, permanecendo silencioso e imóvel.


O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto.

Aos poucos a chama da brasa solitária diminuía, até que houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou-se de vez.

Em pouco tempo, o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão recoberto de uma espessa camada de fuligem acinzentada.

Nenhuma palavra tinha sido dita desde o protocolar cumprimento inicial entre os dois amigos o Mestre, antes de se preparar para sair, manipulou novamente o carvão frio e inútil, colocando-o de volta no meio do fogo.
Quase que imediatamente ele tornou a incandescer, alimentado pela luz e calor dos carvões ardentes em torno dele.

Quando o Mestre alcançou a porta para partir, seu anfitrião disse:

- Obrigado. Por sua visita e pelo belíssimo sermão.
- Estou voltando ao convívio do grupo.
- Muito obrigado!

Reflexão:

Aos membros de um grupo vale lembrar que eles fazem parte da chama e que longe do grupo eles perdem todo o brilho.

Aos Mestres e lideres vale lembrar que eles são responsáveis por manter acesa a chama de cada um e por promover a união entre todos os membros, para que o fogo seja realmente forte, eficaz e duradouro.


Bom Final de Semana...
Beijos no coração de todos..

Fonte: Texto tecebido via email / Autor Desconhecido
As imagens, textos e poemas deste post., estão hospedados na própria Internet. Caso alguém sinta- se lesado pela não citação da autoria, basta fazer contato que daremos os créditos ou tiramos a postagem do ar. Desde já, agradecemos à compreensão e colaboração de todos. Obrigada.

7 comentários:

Mariana Romão disse...

Adorei o post! Realmente ninguém é feliz sozinho... Tô adorando seu blog! Bjs

paqueranainternet disse...

acho que o mestre se referia ao brilho do grupo e não ao brilho individual de cada membro, mostrando as diferenças :) Acho que o trabalho em equipe tem mais evidencia nesse pensamento.

Sissym disse...

Linda mensagem, o calor humano pode aquecer a terra.

Mr.Jones disse...

Linda reflexao a que nos presenteou compartilhando.

abçs

Maria José disse...

Josy. Que saudade de você, minha amiga. Estou meio sem tempo para percorrer tantos blogs amigos. Mas hoje decidi que viria te visitar.
Belo texto para ser mostrado, inclusive num ambiente de trabalho. Vou levá-lo para a minha turma e compartilhar com eles esse conhecimento.
Beijos e ótimo final de semana.

Senhor da Vida disse...

Nossa, que linda passagem, lembrarei de citá-la quando receber a visita do elemento fogo no meu blog.Abraços!

Beth Muniz disse...

Oi querida,
Assino em baixo.
Ninguém pode sobreviver solitariamente nesse uiniverso imenso. E cada um tem um papel a desempenhar. Mas, o aconchego é tudo de bom.
Grande beijo e bom descanso.

Postar um comentário