09 maio 2010

Para Sempre

Feliz Dia a todas as Mães e os "Pães" do Planeta. 

E com a simplicidade de todas as mães deixo aqui a minha homenagem, a essas mulheres que no seu dia a dia tão cheio de descobertas, cada conquista, cada passo dado, cada palavra no vocabulário é uma novidade.

Essa tal felicidade, não se pode medir em metros quadrados, quilos, toneladas até mesmo o infinito é tão pequeno diante de tamanho sentimento.

Só mesmo as mães para entender essa dimensão tão intensa e tão profunda.
Este ensinar aprendendo,  vendo-os crescer, andar e falar, a dor de deixá-lo pela primeira vez na escola, ir trabalhar e  deixá-lo com a babá, não dá nem pra imaginar... e a alegria de um passeio na praia vendo-o correr na areia e descobrir o sal do mar..

Ser mãe não é padecer no paraiso como dizem e sim, ser feliz colhendo os frutos que no paraiso foram plantados e Deus generosamente nos deu o direito de colher, educar e criar amando-os  mais do que a nós mesmas.

Josy Nunes
Descobrindo o mar...


As mães deveriam ser "Para Sempre" como diz Carlos Drummond de Andrade em sua poesia:

"Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite, é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo
- de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho."


As imagens, textos e poemas deste post., estão hospedados na própria Internet. Caso alguém sinta- se lesado pela não citação da autoria, basta fazer contato que daremos os créditos ou tiramos a postagem do ar. Desde já, agradecemos à compreensão e colaboração de todos. Obrigada.

6 comentários:

Principe Encantado disse...

Parabéns a todas as mamães, deixo minha homenagem também, pegando carona em seu post.

Deus nos enviou um anjo chamado Mãe

A semente germina e nasce o embrião que se transforma em feto,
são nove meses no aconchego de um ventre chamado materno.
Outros nascem do coração, do desejo de procriar do infinito amor.

Deus manda cada criatura em missão e
determina a um anjo chamado MÃE,
que o auxilie nessa nova etapa de vida.
Zelar, cuidar e educar no mais singelo carinho e compreensão,
até que esta criatura possa viver por conta própria.

Mas o anjo tão delicado na sua essência da criação
quer nos tornemos fortes e corramos
para a vida com garra e determinação.
Quer que sejamos águias e possamos voar mais alto
que pudermos até alcançar o infinito em busca de um ninho seguro,
um porto seguro,
que possamos encontrar para que sejamos criaturas do bem.
Então encontraremos a fonte inesgotável da vida.

Esse anjo tem um pouco de Maria,
Mãe do Criador.
Este anjo é você, Mãe!


de Luiza Maria da Silva Pinto Moura

Abraços forte

Fernandez disse...

Lindo texto amiga.
Legal a lembrança dos "Pães". :-)
Feliz dia para todas as mamães e papães do mundo. :-)
Bjs, Fernandez.

Lídia disse...

Oie,
Feliz Dia das Mães sempre minha amada. Lindo e verdadeiro post e o poema tem sua verdade, elas não deveriam partir..
E, o post anterior.. tive barrigadas de tanto rir...kkk
Bju n'alma e boa semana.

Pimenta.com.br disse...

Linda mensagem, querida!
Grata pelas visitas no Pimenta!
Abraços!

Beth Muniz disse...

Oi Josy,
Assino em baixo, mesmo que fora de tempo...
Um grande beijo no seu coração.

UM MUNDO IMAGINÁRIO disse...

Lindo..lindoooo..beijossss Giselda

Postar um comentário